QUEM SÃO AS CRIANÇAS E ADULTOS ÍNDIGO E CRISTAL?

QUEM SÃO AS CRIANÇAS E ADULTOS ÍNDIGO E CRISTAL?

(por Célia Fenn)

Como se pode saber se vocês ou alguém que conhecem, é uma Criança ou Adulto Índigo ou Cristal?

Descreveremos os principais aspectos ou características dessa gente. Mas queremos enfatizar que o fenômeno Índigo/Cristal é o próximo passo na evolução do espécime humana. Todos estamos, de alguma maneira tornando-nos Índigo e Cristal. Eles estão aqui para mostrar-nos o caminho, assim poderemos aplicar os seus ensinamentos quando fizermos a transição para a próxima etapa do nosso crescimento evolutivo.

As Crianças Índigo vêm encarnando na Terra nos últimos 100 anos. Os primeiros Índigos foram pioneiros e vieram para mostrar o caminho. Depois da Segunda Guerra Mundial, um número significativo deles nasceu, estes são os Índigos adultos de hoje. Mas nos anos 70 nasceu uma grande quantidade de Índigos de forma que temos, agora, uma geração completa de Índigos que estão aproximadamente com trinta anos. Os índigos continuaram a nascer aproximadamente até o ano 2000, com habilidades e altos graus de sofisticação tecnológica e criativa.

As Crianças Cristal começaram a aparecer no planeta a partir do ano 2000, apesar de alguns terem chegado um pouco antes. Estas crianças são extremamente poderosas, cujo propósito principal é levar-nos ao nível seguinte da nossa evolução, para revelar a nossa divindade e o nosso poder interno. Eles funcionam como uma consciência grupal, não como indivíduos, uma vez que eles vivem pela “Lei do Um” ou Consciência de Unidade. Eles são uma poderosa força para o amor e a paz do planeta.

Os Adultos Índigo e Cristal são compostos por dois grupos. Primeiro, estão aqueles que nasceram como Índigos e que, agora, estão a fazer a sua transição para Cristal. Isso significa que eles estão a experimentar uma transformação que desperta a sua consciência de “Cristo” ou “Cristal”, o que os une às Crianças Cristal como parte de uma onda evolutiva de mudança. O segundo grupo é composto por aqueles que não nasceram índigo, mas por meio do seu próprio trabalho duro, diligentemente, seguiram os seus caminhos espirituais e conseguiram assimilar a energia e se sintonizar na freqüência, tornando-se também um índigo pelo processo evolutivo (muitas vezes devido a convivência com algum índigo). Isso significa que todos nós temos o potencial de ser parte do florescente grupo de “anjos humanos”.

O texto seguinte descreve as diferenças entre Crianças Índigo e Cristal. Faz parte do artigo de Doreen Virtue, As Crianças Índigo y Cristal:

A primeira coisa que a maioria das pessoas nota, com relação aos Cristais, é os seus olhos grandes, penetrantes e sábios, mais do que sua idade faria supôr. Os seus olhos perseguem-nos e hipnotizam, enquanto vocês sentem que a vossa alma está a ser mostrada para a criança que a vê. Talvez vocês tenham notado que este novo “tipo” de crianças está a povoar rapidamente o nosso planeta. Eles são felizes, encantadores e compassivos. Esta geração de novos trabalhadores-da-luz, tem entre 0 a 7 anos de idade e estão a apontar o caminho para onde a humanidade se dirige… E é uma boa direção!

As crianças maiores (entre os 7 e os 25 anos), chamados “crianças índigo”, compartilham as mesmas características das Crianças Cristal. As duas gerações são altamente sensitivas e com habilidades psíquicas, compartilhando propósitos importantes de vida. A diferença principal é o seu temperamento. Os Índigos têm um espírito guerreiro, devido a que o seu propósito coletivo é pulverizar os antigos sistemas que já não nos servem mais. Eles estão aqui para anular os sistemas governamentais, educativos e legais que carecem de integridade. Para conseguir este propósito, eles necessitam de temperamento e determinação valorosos.

Os adultos que resistem à mudança e que valorizam o conformismo podem interpretar mal aos Índigos. Eles, com freqüência são etiquetados com diagnósticos psiquiátricos de Déficit de Atenção, Desordem e Hiperactividade (Attention Deficit with Hyperactivity Disorder – ADHD) ou Desordem de Déficit de Atenção (Attention Deficit Disorder – ADD). Tristemente, quando se lhes dá medicamentos, os Índigos com freqüência perdem a sua maravilhosa sensibilidade, os seus dons espirituais e a sua energia guerreira… As Crianças Cristal, ao contrário, são felizes e de temperamento estável. Claro que, ocasionalmente, podem ter as suas raivas, mas estas crianças são altamente misericordiosas e tranqüilas. Os Cristais são a geração que se beneficiará do trabalho feito pelos índigos. Primeiro, as Crianças Índigo conduzem-se com a bandeira na mão, destruindo tudo aquilo que careça de integridade. Depois, as Crianças Cristal seguem o caminho já limpo, dentro de um mundo mais inofensivo e seguro.


Os termos “Índigo” e “Cristal” foram dados a estas duas gerações porque descrevem de maneira muito precisa as cores das suas auras e os seus padrões de energia. As Crianças Índigo têm muito azul índigo nas suas auras (como na pedra Lápis-lazúli). Esta é a cor do “chakra do terceiro olho”, que é o ponto de energia dentro da cabeça localizado entre as duas sobrancelhas. Este chakra regula a clarividência, a telepatia, a premonição ou a habilidade para ver a energia, visões e espíritos. Muitas das Crianças Índigos são clarividentes. 


As Crianças Cristal têm uma aura que muda de cor, alternando formosos tons multicores (como na pedra Opala ou quando olhamos para o sol através de um cristal). Esta geração também mostra uma fascinação pelas pedras e pelos cristais.


As Crianças Índigo podem sentir a desonestidade da mesma forma que um cão sente o medo. Os Índigos sabem quando lhes mentem para superprotege-los ou para manipulá-los. E, uma vez que o seu propósito coletivo é conduzir-nos para um novo mundo de integridade, os Índigos têm detectores de mentiras integrados. Como antes mencionamos, estes guerreiros do espírito são uma ameaça para alguns adultos. Também os Índigos são incapazes de aceitar situações disfuncionais no lar, escola ou trabalho. Eles não tem a habilidade de afastar (ou desassociar) os seus sentimentos e fingir que está tudo bem… a menos que se lhes administre medicamentos ou sedativos.


Os dons espirituais das Crianças Cristal são também mal-entendidos. Especificamente as suas habilidades telepáticas podem fazer com que eles demorem a começar a falar.

O novo mundo para ao qual os Índigos nos conduzem, será um estado em que seremos muito mais conscientes dos nossos pensamentos e sentimentos intuitivos. Não nos basearemos muito nas palavras faladas ou escritas. A comunicação será mais rápida, mais direta e mais honesta, uma vez que será de mente para mente. Já neste momento, muitos de nós está tendo contato com as suas habilidades psíquicas. O nosso interesse no paranormal será a todo o tempo, acompanhado por livros, programas de televisão e filmes sobre estes assuntos.

Assim, que não seja uma surpresa que os da geração que segue os Índigos sejam incrivelmente telepáticos. Muitas das Crianças Cristal demoram a falar, alguns esperam até os 3 ou 4 anos de idade para começarem. Mas os pais contam que não tem problemas para comunicar com as suas crianças silenciosas, longe disso! Os pais estabelecem uma comunicação mente a mente com as suas Crianças Cristal. E os Cristais usam uma combinação de telepatia, antiga linguagem de sinais e sons (incluindo o canto) para se darem a entender.


O problema surge quando os Cristais são julgados por médicos ou educadores como se tivessem padrões de fala “anormais”. Não é coincidência que, por causa do grande número de Cristais que estão nascendo, aumentou significativamente o número de diagnósticos de autistas.


É verdade que as Crianças Cristal são diferentes de outras gerações. Mas por que necessitamos criar uma patologia destas diferenças? Se as crianças conseguem ter uma boa comunicação no lar, e os pais não estão a sentir problema algum… então por que tratar de criar um problema? O critério do diagnóstico para o autismo é muito claro. Este estabelece que a pessoa com autismo vive num mundo próprio e está desconectada das outras pessoas. O autista não fala porque lhe é indiferente comunicar-se com os demais.


As Crianças Cristal são opostas a isso. Elas são mais conectadas, comunicativas, carinhosas e mimosas que qualquer outra geração. Elas também têm dons muito filosóficos e espirituais. E expressam um nível sem precedentes, de gentileza e sensitividade a este mundo. As Crianças Cristal abraçam espontaneamente e cuidam das pessoas que necessitam. Uma pessoa autista não faria isso!


No meu livro “O cuidado e a alimentação das Crianças Índigo”, escrevi que o ADHD deveria ser um símbolo de como se sintonizar dentro de uma Dimensão Superior. Isso descreveria mais acertadamente essa geração. Do mesmo modo, a etiqueta autista não é justificável para as Crianças Cristal. Elas não são autistas! Elas são surpreendentes!


Estas crianças representam a emoção de algo sublime e não que se lhes dêem a etiqueta de disfuncionais. Se algo é disfuncional, são os sistemas que não são adequados à evolução contínua da espécie humana. Se envergonhamos as crianças com etiquetas, ou lhes damos medicamentos para tê-los submissos, menosprezamos um presente enviado pelos céus. Incorremos no perigo de destroçar uma civilização antes que tenha tempo de fincar raízes. Por sorte, há muitas soluções positivas e alternativas. E o mesmo céu enviou-nos as Crianças Cristal para que possam ajudar aqueles de entre nós que são os seus advogados.


O texto seguinte é um extrato do livro de Célia Fenn que será publicado brevemente, chama-se “A Aventura Índigo-Cristal”, que explica melhor os aspectos metafísicos da experiência Índigo-Cristal.

CAPÍTULO CINCO
AURAS DOURADAS, ANJOS HUMANOS E CONSCIÊNCIA MULTIDIMENSIONAL

As Crianças Índigos e Cristal que vieram ao planeta, são conhecidos como “crianças-das-estrelas”. As suas almas estão mais no lar das estrelas, pois eles nunca encarnaram antes aqui, na Terra. Elas vêm neste tempo com uma “atribuição especial” para ajudar a Terra e os seus habitantes na sua transição e renascimento como uma “Nova Terra” dimensionalmente superior.

Mesmo que apareçam como seres humanos ordinários, elas, de fato tem acesso a um campo de ação mais vasto, no que respeita ao potencial humano. São mais abertas a ser quem são, mais próximas ao reconhecimento das suas origens divinas e da sua essência.
As Crianças Índigo nasceram no Raio Índigo das Almas de Encarnação e Evolução. Isso significa que elas têm acesso aos dons de clarividência e cura. Elas são, também capazes de aceder ao seu poder de ter domínio sobre a Quarta e Quinta Dimensão de Consciência, enquanto que a maioria dos humanos tem acesso somente a Terceira e Quarta. Este acesso às Dimensões Superiores, junto com os dons do Raio Índigo da alma, significa que as Índigo são naturalmente mais inteligentes, mais sensíveis e mais clarividentes. Eles também são criativos e, com freqüência são capazes de aceder ao hemisfério esquerdo e direito de cérebro com facilidade, o que lhes dá acesso a dons artísticos. São também bons em tecnologia e aventureiros.

As Crianças Cristal, por outro lado, na sua maioria, têm nascido sob o auspício do Raio Dourado de Encarnação e Evolução. Elas nascem na Sexta Dimensão da Consciência, com o potencial de, rapidamente, abrirem-se à Nona Dimensão da Consciência Crística Plena, e daí para a Décima Terceira Dimensão que representa a Consciência Universal.

Com estes dons e habilidades, os seres Cristal são imensamente poderosos e criativos. Muitos deles contém o Raio Dourado e Magenta, que os fazem mestres da Criação, especialmente da luz e do som. Isto se manifesta como criatividade artística e musical, no plano da Terra. Aqueles que contém o Raio Índigo-Prata são também agraciados como as “mães” e “deusas” do planeta, a expressão da vibração feminina de cura e nutrição. Os que estão no Raio Vermelho-Dourado, por outro lado, sustentam a vibração masculina da manifestação e são, com freqüência, os líderes no sentido mais ativo.


A Criança Cristal do futuro será conhecida como um ser “Cristal arco-íris”. Este é um Ser Humano Universal da Décima Terceira Dimensão, capaz de conter e transmitir todos os Raios de Encarnação e Evolução dentro de seu campo vibratório. Já há seres Cristal arco-íris no planeta Terra, mas eles ainda não estão abertos ao seu potencial pleno.


O emocionante, com relação a estes desenvolvimentos evolutivos, para as pessoas comuns, é que os seres Índigo e Cristal trazem estas vibrações ao planeta para compartilhá-los com todos. Apenas com a sua presença, eles já ajudam outros se moverem dentro destas novas vibrações e estimulam para que se abram também ao seu pleno potencial. A oferta Índigo-Cristal ao planeta é um presente de Evolução e acesso ao seu potencial total, para cada um dos seres humanos do planeta destes tempos, se assim o decidirem.

Neste momento, muitas pessoas que já estão a permitir essas mudanças ou transições dentro da sua aura, podem transitar desde a sua condição original da terceira dimensão aos estados dos Índigo e depois dos Cristal, com a assistência das crianças que mantém a vibração. Agora, estes adultos são capazes de sustentar o Raio Dourado da Evolução no seu oitavo chakra, e estão ajudando a criar uma matriz para a Criação da Nova Terra. Esta pulsante luz Dourada pode ser claramente vista nas suas auras por aqueles que tem o dom de perceber as cores da aura.     

O Anjo Humano

Uma das ofertas deste processo, é que os Seres Humanos estão a tornarem-se conscientes de quem realmente são: Espíritos em Corpos Humanos, e que são, em outras palavras, Anjos na forma humana.


Nós sempre fomos conscientes das nossas conexões com os reinos superiores, mas também sempre sentimos que o “humano”, e o estado material, de alguma forma nos “afasta” da nossa herança angélica. Nós falamos do nosso “Ser Superior”, sabendo que temos acesso a este aspecto de nós mesmos, mas que, de alguma maneira, ele não é completamente parte de nós próprios, uma vez que só lhe podíamos ter acesso através da meditação.  


Isso se deve, em parte, porque as nossas formas físicas estavam encerradas na Terceira Dimensão, e o nosso Ser Superior, ou Ser Angelical, era de mais alta vibração e permanecia mais nas Dimensões Superiores. Assim, desta forma, havia sempre uma “separação” entre a manifestação material do corpo humano e a manifestação da consciência espiritual.


Agora, no entanto, com a mudança vibratória que o planeta está experimentando, apropriadamente chamada “Ascensão” da Terra e dos seus habitantes, existe a oportunidade de “ascender” da consciência de Terceira Dimensão para as Dimensões Superiores. Quanto mais a consciência ascende, mais o mundo Superior se aproxima, até que já não haja uma “separação” mas antes uma seqüência contínua que é chamada “Consciência Multidimensional”.


Neste estado, o ser humano é capaz de aceder, com a mesma facilidade, tanto aos reinos materiais como espirituais. Já não necessita tanto da meditação intensa, uma vez que o acesso aos reinos do espírito é imediato e evidente. As pessoas em estado multidimensional têm acesso á sua presença angelical ou estado Angelical, e se reconhecem a si próprias como seres Espirituais ou Anjos que tem também um corpo humano capaz de funcionar no plano material como seres físicos.  


Neste ponto pode-se dizer, que o Ser Superior e o Ser Inferior se mesclou, que o Ser Humano é agora um Anjo Humano.


Os humanos, então, estão conscientes de si próprios, como Angelicais, Poderosos e Criativos. Eles não têm tempo para coisas como o medo e os dramas onde há vítimas. Gastam o seu tempo na criação de um tipo de realidade na qual se sentem felizes e contentes.  


Muitas Crianças Índigo e Cristal já estão quase neste ponto de consciência ou já completamente dentro dele, bem como muitos dos adultos Índigo-Cristal que fizeram a transição para este estado. São estes novos seres, que serão capazes de reclamar a sua herança humana e angelical, que criarão a nova Terra.


É importante tornar claro neste ponto, que é imperativo que aqueles que fizeram a sua transição dentro da consciência dos seus íons angelicais, sejam também conscientes de como isso é importante para os humanos e que permaneçam bem ancorados nos planos ou dimensões materiais. O objetivo da transição é trazer o “Céu” para a “Terra” e não se desvanecer em algum estado de infundamentado paraíso.


Para os Anjos Humanos há trabalho para fazer. Criar uma Nova Terra que trará o Céu para a Terra. E, uma vez que o “céu” não é somente um estado de consciência, estes Anjos Humanos devem trabalhar para trazer os estados superiores de consciência ao plano da Terra. Quando se conseguir, então, terá nascido uma cultura planetária que respeitará todos os seres, como manifestação da Essência Divina. E essa cultura refletirá que o respeito é a paz, a harmonia e a criatividade.

A Natureza da Multidimensionalidade

Até muito recentemente, todos os humanos da Terra tinham nascido como seres de Terceira Dimensão. Isso significa que estavam completamente no plano do reino material, e a sua consciência estava “encerrada” na Terceira Dimensão. Funcionavam basicamente nos primeiros três chakras, o material, o emocional e o mental. Onde havia espiritualidade, era normalmente visto como algo externo ou algo fora do funcionamento normal diário.


O Ser de Terceira Dimensão é consciente de si mesmo como um indivíduo separado e único. Não há sentido real de unicidade ou da unidade de consciência, pois este é um fator da consciência superior, ou seja, que incluiu outra dimensão. Devido ao seu sentido de separação, os humanos construíram uma sociedade que tem muito pouca consciência da interconexão entre os seres e as suas ações. Devido a essa falta de consciência, os humanos criaram um planeta de tristeza e sofrimento, onde os indivíduos não vêem a necessidade de serem responsáveis pelos seus pensamentos, sentimentos e ações. O temor de não sobreviver individualmente devido á carência de recursos, conduziu-os à ambição e a desequilíbrios que necessitam de serem atendidos, em lugar de criar um lar no planeta para todos os seres humanos.

As crianças Índigo chegaram com a chave para a Multidimensionalidade. Elas nasceram dentro de corpos da Terceira Dimensão, mas a sua consciência está, efetivamente, na Quarta Dimensão e são capazes de penetrar até á Quinta Dimensão. Quando esta “onda” de consciência Índigo chegou ao planeta, nos princípios dos anos 70, o caminho foi aberto para todos os humanos e para o próprio planeta avançar em direção da Quarta Dimensão.

Neste nível, da Quarta Dimensão da Consciência, os humanos tornam-se conscientes da Lei Universal. Lei do Um, também conhecida como “Consciência da Unidade”. Ela diz que todos somos Um, que todos estamos conectados e que o que afeta a um, afeta a todos. As Crianças Índigo tem este conhecimento na sua consciência, o que os leva a serem guerreiros de muitas causas que curarão a Terra e deterão os humanos no caminho de destruição e contaminação do meio ambiente, que causa dano a outros seres humanos. A Lei do Um também promove o entendimento de que todos somos iguais, ninguém é maior do que o outro. Esta consciência e percepção grupal é o caminho do futuro para os seres humanos. Aprenderemos a funcionar cooperativamente e para o bem-estar de todos, assim vamos criar a Nova Terra que todos desejamos.


Os Índigos respeitam os talentos e habilidades de cada indivíduo, mas com a consciência de que estes talentos não fazem ninguém mais importante que o outro. O papel do ego e a auto-importância não tem um lugar real na vida de um Índigo.

Quando a percepção de um Índigo se abre á Quinta Dimensão, torna-se consciente de si mesmo como um Criador. A percepção de Quinta Dimensão ama criar. Todos os sistemas de pensamento e os sistemas econômicos da Terra da atualidade são criações de Formas Pensamento de Quinta Dimensão que mantemos no seu lugar por nosso apoio contínuo destas formas de pensamento. Eles formam uma rede de Quinta Dimensão ao redor da Terra. As maiorias dos seres dimensionalmente inferiores são completamente inconscientes de que os seus pensamentos e comportamento estão sendo controlados desde aquele nível.

Quando a consciência Índigo se abre neste nível, há com freqüência uma recusa a todos os sistemas de crença preexistentes e em seu lugar surge uma consciência de liberdade para criar novas e alternativas formas de pensar e de ser. A pessoa Índigo aceita a missão planetária de criar e trazer novas maneiras de pensar e de ser para o planeta Terra. Mas, neste nível a consciência ainda tem que ver com a dualidade “bem” e “mal”, que determinam qual o melhor tipo de sistema para a Terra.

O passo seguinte é mover-se para além da dualidade, entrar em um reinado onde tudo parece fazer parte do bem-estar maior, o bem-estar de todos, da totalidade.
Este estado avançado é conhecido como Consciência de Sexta Dimensão, é o reinado da Criança Crística (Cristal), a Criança Mágica. Todas as Crianças Cristal nasceram neste nível de consciência. Elas têm acesso imediato aos aspectos mágicos e espirituais de si próprias e são capazes de combinar imaginação e criação em formas fantásticas e alegres. Se os deixássemos entregues aos seus próprios dispositivos, imediatamente criariam um planeta mágico. Mas, eles ainda têm que lidar em larga escala, com a consciência da Terceira Dimensão e eles lutam com os padrões e comportamentos que encontram aqui.

Quando a consciência de um Índigo adulto faz a mudança para o estado Cristal, eles entram nesta consciência da Sexta Dimensão e neles se implanta a consciência Crística. Eles renascem como uma Criança Crística Mágica. Com esta, chega a percepção da alegria da vida e do papel do espírito através dos seres humanos neste planeta. Então toda a vida é vista como mágica e bem-aventurada e toda a vida é dirigida e avança por meio do trabalho do espírito. Neste ponto, o ser entende o princípio de render-se ao fluxo da imensa onda evolutiva, enquanto que ao mesmo tempo exerce o direito de ser criador no âmbito individual.


A consciência Crística quando já amadureceu suficientemente neste nível pode, então, mover-se dentro do nível da Sétima Dimensão, onde a percepção se abre para a natureza das missões espirituais do Ser. Um adulto Cristal ou Crístico deste nível, está pronto para participar numa missão planetária como portador de consciência dimensional superior. O trabalho pode envolver ensino ou cura em grande escala ou, simplesmente em ser portador da energia na sua aura para que os outros possam aceder a vibrações superiores no seu caminho evolutivo.


A Criança ou Adulto Cristal, a partir daqui, tem todo o potencial para abrir-se plenamente ao Nono Nível ou consciência Crística total. Isto incorpora o Oitavo Nível, o nível arquétipo, onde o ser tem controle total sobre a história da sua vida na Terra e o Nono Nível, ou Nona Dimensão, onde o ser assume plena responsabilidade na administração do planeta. 

O potencial, então, existe para que o ser continue na sua jornada em direção ao Décimo Nível, onde ele acede as suas responsabilidades no Sistema Solar; o Décimo Primeiro nível, que é o nível Galáctico de consciência é acedido e finalmente, o Décimo Segundo Nível, onde o Raio Dourado da Consciência Universal estabelece o ser como um Ser Universal Pleno. O nível Décimo Terceiro representa o Mestre, que entra dentro do Mistério Divino como uma chispa plenamente consciente da Essência Criativa Divina.

Um Salto Evolutivo

Como se vê, a aventura Índigo-Cristal representa um enorme salto evolutivo para a espécie humana. Isto é inicialmente um enorme salto na consciência, refletida nas cores de aura e o acesso às camadas multidimensionais de consciência num indivíduo.

Mas o que se manifesta nos corpos sutis ou espirituais deve, eventualmente fazer-se presente no corpo do plano físico ou terrestre de cada indivíduo. E eventualmente, no corpo físico do mesmo Planeta. As crianças e adultos Índigo e Cristal são uma parte integral e dinâmica do salto evolutivo dentro de um novo e dourado futuro.


Níveis superiores de consciência, percepção da interconexão de todas as coisas e um desejo por uma vida criativa qualificada em breve se tornarão à característica de todos os humanos sobre o planeta.  

Fonte: http://www.starchild.co.za/channel11a.html
Tradução: Damián Carmona 
Amerika Índigo
http://www.chamanaurbana.com/